A Pegada de Carbono

O Ciclo do Carbono

O ciclo do carbono é o processo que redistribui o carbono na terra, mantendo assim seu equilíbrio em nossa atmosfera.

As plantas são consumidoras de dióxido de carbono e luz solar para poder elaborar seu alimento, processo este chamado de fotossíntese. As plantas, neste processo, aprisionam o dióxido de carbono e retornam ao meio ambiente oxigênio e água

Ao se utilizarem do carbono para a formação de seu alimento, este carbono se transforma em parte integrante da planta (biomassa).

Ao morrerem as plantas podem ser enterradas se transformando, ao longo de milhões de anos, em combustíveis fósseis feitos de carbono, como carvão e petróleo. Com isto este carbono fica aprisionado no subsolo, diminuindo sua quantidade na atmosfera e assim mantendo o seu equilíbrio. Esses combustíveis fósseis são usados ​​para mover carros, navios, trens e aviões, assim como para servir de matéria prima para a fabricação de plásticos e resinas.

Quando nós humanos queimamos combustíveis fósseis e produtos deles derivados, a maior parte do carbono que estava retida a milhares de metros de profundidade retorna à atmosfera como dióxido de carbono. O acúmulo de grandes quantidades de dióxido de carbono na atmosfera cria um “cobertor” que aprisiona grandes quantidades do calor gerado pelo Sol. Um fenômeno conhecido como Aquecimento Global, que colabora com o aumento da temperatura no planeta, colocando em risco a sobrevivência de diversas espécies e habitats.

Em um ambiente saudável e equilibrado, quando o carbono é liberado na atmosfera, as plantas novamente o utilizam para a confecção de seus alimentos, fazendo com que o Ciclo do Carbono recomece.

 

A Pegada de Carbono

A pegada de carbono é a quantidade total de emissões de Gases de Efeito Estufa que são emitidos de maneira direta ou indireta por um determinado produto ao longo do seu ciclo de vida, desde a extração de matérias primas até seu descarte final.

É por meio dela que mensuramos os impactos na atmosfera terrestre de cada uma das atividades humanas – cada produto, processo ou serviço que consumimos. Todas estas atividades geram algum impacto para o meio ambiente, impacto este que no mundo contemporâneo tem sido causador de um grande desequilíbrio já que estamos exigindo da terra mais do que ela é capaz de absorver.

Seja um prato de arroz e feijão (plantação, cultivo, transporte), seja um automóvel (matérias primas, processo construtivo, transporte) todas as atividades humanas são geradoras de emissões de dióxido de carbono. Conhecer as quantidades emitidas por cada uma destas ações humanas é muito importante para que se possa reduzir o acúmulo de gases estufa na atmosfera.

Assim, a escolha por produtos com embalagens recicláveis e/ou compostáveis, a preferência por alimentos orgânicos, a diminuição gradual do consumo de carne animal, o hábito da compostagem doméstica, a não utilização de sacolas plásticas são algumas das ações que podemos tomar em nosso dia a dia para minimizar estes impactos negativos em nosso planeta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *