Economia Circular

Economia Circular

Olhando para além do atual modelo industrial extrativista linear de tirar-produzir-descartar, uma economia circular visa redefinir o crescimento, concentrando-se em benefícios positivos para toda a sociedade. Implica gradualmente dissociar a atividade econômica do consumo de recursos finitos e projetar resíduos fora do sistema. Apoiado por uma transição para fontes de energia renováveis, o modelo circular constrói capital econômico, natural e social.

Uma economia que é restaurativa e regenerativa por design. Seu objetivo é manter a utilidade de produtos, componentes e materiais e reter seu valor (Ellen MacArthur Foundation).

Está estabelecida em 3 pilares principais:

Permitir menos rejeitos e menos poluição, através de designs inteligentes que visem a sustentabilidade

Fazer com que a vida útil de um material de um produto seja a maior possível, permitindo que seu reaproveitamento seja feito inúmeras vezes.

Procurar recuperar os sistemas naturais através da sistemática limpeza dos ambientes poluídos

Na Economia Circular fica em destaque a necessidade da eficiência em todas as etapas e escalas dos processos, seja para pequenas ou grandes empresas, organizações ou indivíduos, global  e localmente. A transição da Economia Linear para a Circular representa, não apenas a mudança de rota de um sistema já desgastado, mas da construção de novos hábitos de longa duração que irá gerar novas oportunidades de negócios e trará grandes benefícios sociais e ambientais.

Recursos biológicos estão embutidos no ciclo biológico natural, que é regenerativo e sem desperdício. Assim sendo, a utilização de biomateriais é vista como contribuindo para a economia circular no contexto da política de inovação ou do Plano de Ação da Economia Circular.

São 4 o blocos construtivos de uma economia circular, considerados essenciais:

O Design Circular que facilite o reuso, a reciclagem e o efeito cascata de uma matéria prima e/ ou produto

Inovativos Modelos de Negócio irão substituir os existentes, racionalizando processos e operações.

Ciclos Reversos que permitam que as matérias primas retornem para o solo ou de volta para o processo produtivo industrial, evitando o vazamento de materiais para fora do sistema apoiando assim o Desenho Circular .

Para disponibilizar e favorecer condições no sistema para que ocorra esta mudança de hábitos, manobras de marketing, apoiadas por legisladores, instituições de ensino e formadores de opinião  são extremamente necessárias para a disseminação do reuso dos materiais e do aumento da produtividade dos recursos. Tais como:

Colaboração

Incentivos ao pensar duas vezes antes da compra de um produto ou serviço

Disponibilizar um bom conjunto de regras e legislações internacionais

Liderar pelo exemplo e acelerar a escala dos acontecimentos

Acesso ao financiamento justo das ações circulares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *